image
  • 02 de janeiro
  • 2017

Como se tornar um apresentador de rádio

  • por Admin
  • 100
  • 70

O radialista é um profissional da comunicação que trabalha na produção de produtos audiovisuais. As possibilidades de suas funções são múltiplas. Ele pode estar presente nos setores de criação, cenografia, sonoplastia, filmagem, edição, assistência de estúdio, redação, direção, roteirização, elaboração de pautas, apresentação, narração, locução, entre outras necessárias para colocar no ar um programa.

A profissão é mais conhecida pelo consolidado trabalho dos locutores de programas de rádio por todo o Brasil, mas o radialista não tem somente essa função. Ele encontra atualmente novas funções de produção e as oportunidades de trabalho, principalmente com a popularização da internet, ampliaram o mercado de trabalho para esse profissional.

As atividades de um radialista não se restringem apenas a locuções. Como um profissional de Comunicação, ele tem um dia a dia de trabalho com pouca rotina e uma atuação em áreas como sonoplastia, edição e até mesmo produção dentro de uma rádio. Com o avanço da tecnologia, o radialista também precisou se reinventar assim como o próprio rádio, que ganhou espaço na internet e expandiu novos formatos de conteúdo, como o podcast.

Devido ao próprio nome da profissão, o rádio é o ambiente de trabalho mais ligado com a profissão de radialista. O graduado em Radialismo tem qualificação completa para atuação em empresas radiofônicas e encontra nesse setor uma carreira já consolidada e espalhada por cidades de todo o Brasil. As redes televisivas também contam com amplo quadro de radialistas nas funções de roteiro, produção, edição e assistência de estúdio. Entretanto, a presença de emissoras de televisão está limitada a cidades maiores. Produtoras de cinema e de seriados são empresas que também precisam de radialistas entre seus profissionais. Muitos radialistas são responsáveis por criar projetos independentes, que podem ser apresentados a empresas consolidadas ou serem financiadas com recursos próprios, patrocínios e linhas de crédito de fomento cultural. A internet é outro campo de trabalho para o radialista. Grandes empresas de produção audiovisual contam com atuação exclusiva no setor digital e estão em amplo crescimento. São exemplos as produções para canais do Youtube, seriados na Netflix, streamings variados ao vivo e podcasts.

  • Compartilhar:

Deixe aqui seu comentário/sugestão/crítica.

Aug 22, 2016 - 04-30 PM

O seu feedback e de suma importância!

Comentários!

Postagem

Próxima postagem